Minicurso: Arte e Política

RANCIERE

Como atividades finais, nos meses de novembro e dezembro, o Grupo de Estudo InterArtes realizou o minicurso “Arte e Política”, no qual foram discutidas as linguagens cinematográficas como modo de assunção da radicalidade de um corpo enquanto vivência complexa do tempo.

As investigações desses estudos se guiam pelo estranhamento causado por alguns filmes, algumas relações entre a imagem contemporânea e a política pelo viés que Jacques Rancière dá ao que ele chamou de “partilha do sensível” (2005). Nesse sentido, compreende-se a arte contemporânea como modo de alterar a resposta que se dá ao apriorismo implícito na percepção comum. As discussões tiveram como base os seguintes textos:

  • RANCIÈRE, Jacques. O espectador emancipado. São Paulo: WMF; Martins Fontes, 2012.

  • BAZIN, André. Por um cinema impuro – Defesa da adaptação. In: O Cinema: ensaios. São Paulo: Ed. Braziliense, 1991.

  • RANCIÈRE, Jacques. De uma imagem à outra? Deleuze e as eras do cinema. Tradução Luiz Felipe Soares. Texto original em francês publicado em RANCIÈRE, Jacques. La fable cinématographique. Paris: Le Seuil, 2001.

 

O aperfeiçoamento integrou as reuniões (in)formativas organizadas pelo InterArtes, na Faculdade de Comunicação, Artes e Letras (FACALE), da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).


 

CERTIFICADOS

 

ADRIELI SVINAR

BEATRIZ JUVENAL BARBOSA ROCHA

CHRISTIANE SILVEIRA BATISTA


EVELIN GOMES DA SILVA


IZABEL TOLEDO


MIRELLA RODRIGUES FLORES



Contato:
interartesufgd@gmail.com

Acompanhe nossos minicursos:
acebook.com/grupointerartesufgd/

01

Grupo de Estudo InterArtes
Faculdade de Comunicação, Artes e Letras (FACALE)
Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Anúncios